Seguidores

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Votação de projeto que altera critérios para promoções de oficiais da BM foi adiado por falta de quórum.

Zero Hora 29 de fevereiro de 2012 VOTAÇÃO ADIADA Projeto da BM esbarra nos aliados Apesar da pressão de governistas, oficiais da Brigada e oposição, Piratini tentou aprovar, sem sucesso, mudanças nas promoções Surpreendido por um apagão entre deputados aliados, o governo Tarso Genro perdeu, ontem, no plenário da Assembleia Legislativa, uma batalha que considerava ganha. Por falta de quórum – incluindo sete parlamentares da base –, o projeto elaborado pelo Piratini para alterar os critérios de promoção de oficiais da Brigada Militar não foi à votação. A decisão ficou para terça-feira, e o resultado é uma incógnita. Encaminhado pelo Executivo em regime de urgência, o texto é alvo de controvérsia por triplicar o peso de conceitos subjetivos atribuídos a candidatos a major e a tenente-coronel. O receio é que a medida possa facilitar a ascensão de apadrinhados na corporação, partidarizando a BM. Ontem, minutos antes do início da sessão, a oposição trabalhava nos bastidores para convencer os apoiadores de Tarso a esvaziarem o plenário. – Vamos tomar um cafezinho na hora da votação, deputado? Esse projeto é fria, é fria – repetia Gilberto Capoani (PMDB), em tom de brincadeira, arrancando sorrisos amarelos. Só no PT, três estavam ausentes no momento em que o painel eletrônico fazia o check-in da tarde, incluindo o líder da bancada, Daniel Bordignon, que chegou atrasado. – Foi uma cochilada da base, só isso. A oposição foi mais rápida dessa vez, mas nós vamos votar a favor. Não foi de propósito – desconversou o petista, que, em outras ocasiões, havia feito ressalvas à proposta. A versão foi confirmada pelo líder do governo, Valdeci Oliveira (PT), que usou a expressão “vacilo”. Apesar disso, deputados como Alceu Barbosa Velho (PDT) e Marcelo Moraes (PTB) revelaram ter optado, deliberadamente, por postergar a votação. O primeiro, por alimentar dúvidas em relação ao projeto e precisar de “mais tempo” para analisá-lo. O segundo, por discordar abertamente das medidas. – O PTB é da base, mas sou um deputado independente – disse Moraes. Quando o telão apontou a presença de apenas 25 parlamentares, três a menos do que o mínimo exigido, as galerias ocupadas por oficiais explodiram em gritos e palmas. – Era o mínimo que esperávamos – comemorou o presidente da Associação dos Oficiais da BM, José Carlos Riccardi Guimarães. Se conseguir convencer os 32 deputados da base a aceitar as mudanças, o governo ainda pode virar o jogo. juliana.bublitz@zerohora.com.br Op

COMO SERIA SE A BRIGADA MILITAR NÃO FIZESSE O QUE FAZ HOJE? Opinião, por Ronie de Oliveira Coimbra




Li, recentemente, um artigo de um jornalista – ao menos ele assim se intitula – publicado em jornal de grande circulação no Rio Grande do Sul dando conta de todos os problemas das policias civil e militar, inclusive valendo-se da origem histórica de ambas para justificar, obviamente com seu olhar míope por causa da ideologia, todas as críticas que descreveu.
No que concerne a polícia civil não vou ocupar este espaço para fazer defesa frente ao artigo, até mesmo porque os Delegados daquela inestimável Instituição policial possuem qualidade e conhecimento de causa suficientes para rechaçarem as críticas, mas, no que tange a Brigada Militar tenho a obrigação de, ao menos,  dizer o que tão “ineficiente policia” – palavras do jornalista – faz em prol da sociedade gaúcha, senão vejamos:
O DAER somente consegue realizar suas tarefas em razão da BM – Polícia Rodoviária Estadual - efetivamente policiar as rodovias estaduais do Rio Grande; a Fazenda Estadual, por meio de seu Departamento de Transito de Mercadorias, sem o apoio do Batalhão Fazendário da BM não conseguiria realizar muitas das suas tarefas de combate a sonegação de impostos e de controle do tráfego de mercadorias; a política de preservação do meio ambiente no Estado somente acontece por intervenção do Comando Ambiental da Brigada Militar, que dispõe de Frações que se espalham por todo o território e efetivamente fiscalizam e protegem o meio ambiente rio-grandense; os peritos do Instituto Geral de Perícias não teriam tranqüilidade para realizar suas perícias em locais de crime sem a guarida dos policiais militares; a BM realiza a guarda externa de todos os presídios e penitenciárias e, em alguns deles, para conter rebeliões a BM teve que assumir a direção e as atividades internas que deveriam ser de responsabilidade da SUSEPE; os Oficiais de Justiça para cumprirem a grande maioria de suas ordens judiciais necessitam de apoio dos policiais militares, e, alguns julgamentos, principalmente nos tribunais de júri, somente acontecem se houver garantia de segurança pela BM;  as atividades de Defesa Civil, principalmente após a ocorrência do sinistro, alcançam os vitimados muito em razão dos esforços do Corpo de Bombeiros da Brigada Militar e das unidades de polícia ostensiva locais que conjugam esforços para minimizar os efeitos do desastre, da enchente, do deslizamento, da seca, etc; os veranistas somente conseguem desfrutar de nossas praias em razão da operação verão (golfinho), que conta com um contingente reforçado de brigadianos, tanto para a segurança contra a criminalidade e violência, quanto para a proteção de banhistas; grandes eventos esportivos, carnaval, procissões religiosas, shows, passeatas e carreatas, rodeios e acampamentos farroupilhas, entre tantos, somente se realizam porque os policiais Militares lá estão a garantir a segurança; crianças e adolescentes, e até mesmo adultos,  retornaram recentemente as aulas, e esta atividade somente ocorre porque a operação volta as aulas está a pleno, realizada pela Brigada Militar em todos os municípios do Estado.
Caros leitores, nem cheguei à metade do que fazemos, mas tenham a consciência de que o dito jornalista não entende nada de polícia, pois seus textos buscam sempre a crítica, como se as polícias fossem as únicas instituições no Brasil a ter problemas. Não negamos nossas mazelas, mas, sem nenhuma dúvida, realizamos muito e consumimos muito pouco do que é arrecadado pelos governos na forma de impostos, ao contrário de outras instituições que atualmente ficam com uma fatia muito grande do bolo e muito pouco estão a fazer pela sociedade.


Ronie de Oliveira Coimbra
Major – Cmt do 33º BPM de Sapucaia do Sul

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende dois homens e uma mulher por tráfico de drogas e apreende crack, cocaína, maconha, dinheiro e telefones celulares.

Drogas (crack, maconha e cocaína), dinheiro e materiais
apreendidos com os suspeitos.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul
Na madrugada do dia 29/02/2012, em torno de 02h45, policiais militares da Brigada Militar de Sapucaia do Sul quando em patrulhamento ostensivo motorizado, na  Rua Beira Campo, Bairro Vargas, avistaram um suspeito que aparentemente vendia drogas para um usuário. O suspeito ao enxergar os policiais empreendeu fuga para o interior de uma residência, não obstante para os policiais o abordarem e identificarem – com antecedentes criminais por APREENSÃO DE OBJETO (encontrado com objeto sem procedência), RECEPTAÇÃO, POSSE DE ENTORPECENTES (2X), PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO ALHEIO, FURTO MÃO GRANDE, FURTO QUALIFICADO.
Na dita residência os policiais encontraram e apreenderam 36 pedras de crack, 04 petecas de cocaína, 06 buchas de maconha e a quantia de R$33,90 (trinta e três reais e noventa centavos) em dinheiro, 05 celulares e 02 chips.
Prisão de um dos suspeitos
Fonte: BM de Sapucaia do Sul
A proprietária da residência foi identificada e com antecedentes criminais por  TRÁFICO DE ENTORPECENTES, VIAS DE FATO e AMEAÇA e presa, juntamente com seu companheiro, que apurou-se eram quem distribuiam a droga para venda.

Todos presos em flagrante delito por tráfico de drogas e encaminhados ao DPPA Canoas para lavratura do auto de prisão em flagrante delito.

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende homem por tráfico de drogas e apreende 29 pedras de crack e dinheiro.


Droga (crack)e dinheiro apreendidos com o suspeito
Fonte: BM de Sapucaia do Sul

Em 25/02/2012, aproximadamente às 23h20, policiais militares da Brigada Militar de Sapucaia do Sul, quando em patrulhamento ostensivo motorizado, abordaram um homem suspeito no Beco São Bento, bairro Walderez, Sapucaia do Sul, que foi identificado – com antecedentes criminais por POSSE DE ENTORPECENTES, APREENSÃO DE OBJETO (encontrado com objeto sem procedência), FURTO QUALIFICADO (2X), LESãO CORPORAL, FURTO SIMPLES EM RESIDÊNCIA (2X), AMEAÇA (3X), VIAS DE FATO, APRESENTAÇÃO DE DETIDO -  e na busca pessoal foi encontrado na sua posse  29 pedras de crack e a quantia de R$29,00 (vinte e nove reais) em dinheiro.
Prisão do Suspeito
Fonte: BM de Sapucaia do Sul

Indivíduo preso em flagrante delito por tráfico de drogas e encaminhado a DPPA/CANOAS

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Morador de rua é condenado à prisão domiciliar por furto em São Paulo - Quer dizer que basta a Justiça o criminoso, no caso de prisão em flagrante delito, mentir que tem endereço fixo e profissão para que reste em liberdade provisória? O Tribunal, com tantos assessores qualificados e regiamente pagos não vai investigar?

Do jeito que anda a legislação no Brasil, na foto abaixo as leoas serão os bandidos, e os enjaulados os cidadãos de bem.




CIDADÃOS, INTERPRETAR A LEI EM BENEFÍCIO DE BANDIDO É JUSTO? AOS BANDIDOS O RIGOR DA LEI.

MP RECLAMA QUE TJ-RS DEIXOU DE APLICAR A LEP POR FALTA GRAVE O Ministério Público do Rio Grande do Sul entrou com Reclamação no Supremo Tribunal Federal para cassar decisão da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça gaúcho por violação a Súmula Vinculante da Corte. De acordo com a Reclamação, o tribunal deixou de aplicar dispositivo da Lei de Execuções Penais, sobre aplicação de falta grave com a regressão de regime, por considerar que havia violação ao princípio constitucional da presunção da inocência. Desde julho de 2004, um condenado cumpre pena de nove anos e dez dias por roubo, furto e desacato. Em abril deste ano, ele obteve a progressão do seu regime para prisão domiciliar. No entanto, três meses depois, ele foi preso por tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação. O juiz de primeiro grau reconheceu a falta grave e decretou a regressão do regime para o semiaberto, a perda de um terço dos dias remidos e a anotação da falta no prontuário do apenado. Em agravo ao TJ-RS, a Defensoria Pública pediu o restabelecimento do regime anterior do condenado por entender que “a regressão de regime fundada na prática de fato definido como crime doloso só é possível após o trânsito em julgado da sentença condenatória”. O MP, no entanto, alegou ao Supremo que houve violação da Súmula Vinculante 10, que define que é contrária à cláusula de reserva de plenário (artigo 97, da CF) “a decisão de órgão fracionário de tribunal que, embora não declare expressamente a inconstitucionalidade de lei ou ato normativo do poder público, afasta sua incidência, no todo ou em parte”. Para o MP gaúcho, a lei é clara ao dizer que “a prática de fato previsto como crime doloso constitui falta grave”. Segundo o MP, não é possível interpretá-la no sentido de que “a condenação pela prática de crime doloso transitada em julgado constitui falta grave”. Com informações da Assessoria de Imprensa do STF. Postado por Ivan Carlos no blog ivancarlosnh.blogspot.com

Critério questionável - Editorial da Zero Hora que versa sobre projeto de alteração na Lei de Promoções dos Oficiais da BM

zero Hora  25 de fevereiro de 2012 EDITORIAIS Critério questionável Não dá para entender o regime de urgência solicitado para o projeto de lei encaminhado à Assembleia pelo governo Tarso Genro para alterar os critérios de promoção de oficiais da Brigada Militar. Como bem lembra a colunista Rosane de Oliveira, melhor seria propor um debate amplo sobre a aposentadoria precoce dos oficiais da BM: há hoje 26 coronéis na ativa e mais de 400 na reserva, muitos deles com cerca de 50 anos de idade. Justificada pela corporação pela necessidade de renovação dos quadros, essa deformação tem consequências sérias no sistema previdenciário, constituindo-se num fator considerável de pressão sobre as contas públicas. Ao insistir nas mudanças, o Piratini alega estar tomando apenas adequações de gestão, o que dispensaria a necessidade de maior debate sobre as pretensões. A questão, porém, é que a proposta do Executivo, se aprovada, implicaria uma predominância dos critérios subjetivos sobre os técnicos. O risco a ser evitado é o de que essa brecha acabe levando a uma partidarização da Brigada, com efeitos imprevisíveis. Mesmo sem envolver privilégios, como é o caso das aposentadorias precoces de uma corporação com servidores claramente mal remunerados nas faixas iniciais, questões relacionadas a vencimentos salariais são sempre polêmicas. Por isso, a não ser em casos excepcionais – entre os quais não se inclui o da BM –, não têm por que serem encaminhados para apreciação dos parlamentares em regime de urgência. O alerta vale não apenas para essa situação específica, em relação à qual até mesmo integrantes do PT opõem restrições e que, por isso, deve ser revista. É importante que qualquer mudança envolvendo remuneração de servidores possa ser antecedida sempre do máximo de discussão, por uma questão de justiça e de transparência.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Congresso ignora fim do Carnaval - Nenhuma novidade. Novidade será se do salário for, adequadamente, descontado os dias de ausência. Ou estariam os parlamentares junto as suas "bases"??

Zero Hora - 24 de fevereiro de 2012
QUINTA-FEIRA GORDA
Congresso ignora fim do Carnaval
Com plenários esvaziados no primeiro dia de trabalho após o feriado, Câmara teve sessão expressa e o Senado, bate-boca


Assim como ocorre em algumas partes do Nordeste, onde o Carnaval não acaba na Quarta-feira de Cinzas, o Congresso prosseguiu em ritmo de festa – ou, no caso, em ritmo de folga. Dos 594 congressistas, 32 resolveram comparecer ao parlamento ontem – cerca de 5% do total.

Na Câmara, a sessão durou enxutos 84 minutos. Isso é raro de acontecer, já que geralmente os deputados presentes usam o espaço da TV Câmara para fazer discursos para as suas bases.

Apesar de, segundo a secretaria da Casa, 23 deputados estarem presentes até as 16 horas, só 15 fizeram discursos no plenário. Já no Senado, 9 congressistas resolveram aparecer. Em nenhuma das duas Casas houve votações. O ritmo deve ser retomado, com votações, apenas na terça-feira. Deputados e senadores já haviam “enforcado” metade da semana que antecedeu o Carnaval. Grande parte deles deixou Brasília na quarta-feira, dia 15.

A ausência de deputados na Câmara na semana de Carnaval já é tradicional. Por isso, o presidente da Casa, deputado Marco Maia (PT-RS), avisou na semana passada que não haveria votações nesta semana.

Maia afirma que na semana que vem todos os deputados devem estar na Câmara para votações importantes. Ele acertou com as lideranças partidárias que na terça-feira começa a discussão e votação do projeto de lei que cria a Fundação de Previdência Complementar dos Servidores Públicos Federais (Funpresp). O presidente da Câmara disse que a votação poderá ser encerrada na quarta-feira.

Brigada Miltar de Sapucaia do Sul retira mais uma arma ilegal das ruas.

Revólver apreendido com o suspeito.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul

Em 24/02/2012, em torno de 12h10, policiais militares do grupamento de motociclistas (ROCAM) da Brigada Militar de Sapucaia do Sul abordaram um homem na Rua Pedro Porfírio de Souza, Bairro Jardim, que foi identificado, com 39 anos de idade e com antecedentes criminais por APRESENTAÇÃO DE DETIDO, LESÃO CORPORAL(2X), AMEAÇA(3X), LESÃO CORPORAL CULPOSA(2X), VIAS DE FATO E  HOMICÍDIO.
Na busca pessoal os policiais encontraram na posse do suspeito um revólver marca Rossi, calibre 38, municiado com 06 munições intactas, para o qual o suspeito não tinha porte, pelo que foi preso em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo.

Projeto que altera a Lei de Promoções dos Oficiais na Brigada Militar causa polêmica.

Zero Hora - 24 de fevereiro de 2012
PROMOÇÕES DE OFICIAIS
Por que projeto da BM é polêmico

Proposta encaminhada pelo governo Tarso Genro aos deputados é questionada pela oposição e até pelo líder da bancada do PT


Gestado sem alarde pelo governo Tarso Genro, o projeto de lei que altera os critérios de promoção de oficiais da Brigada Militar assumiu a forma de um barril de pólvora. Além de desagradar à entidade que representa a categoria e desencadear uma onda de críticas na oposição, a proposta é vista com ressalvas até mesmo pela bancada do PT na Assembleia Legislativa, que reclama de não ter sido consultada.

São dois os motivos da controvérsia. Primeiro, uma mudança pontual – mas polêmica – em um dos artigos da lei que rege as promoções, triplicando o peso de conceitos subjetivos atribuídos aos candidatos a major e a tenente-coronel (veja o quadro). Segundo, a decisão do Executivo de enviar o projeto em regime de urgência. A votação deve ocorrer na terça-feira.

Para a oposição, os fatores são considerados indícios de “favorecimento” e podem subverter a hierarquia da corporação. Em contra-ataque ao governo, uma audiência pública para debater o tema foi marcada para o dia da votação – e promete acirrar ânimos.

– Esse projeto tem endereço certo. Oficiais ligados ao PT e ao governo Tarso vão passar na frente de outros oficiais com maior tempo de carreira. É isso que vai acontecer – diz o deputado Edson Brum (PMDB).

Ontem, o presidente da Associação dos Oficiais da BM, José Carlos Riccardi Guimarães, perambulou pela Assembleia na tentativa de sensibilizar os parlamentares a votarem contra a proposta e a pressionarem o Executivo a voltar atrás. Segundo ele, as mudanças são um “retrocesso”:

– Estamos fazendo das tripas coração para evitar a aprovação ou, pelo menos, retirar o regime de urgência. Não fomos ouvidos e queremos mais tempo para discutir as mudanças.

Embora a cúpula da BM assegure que as modificações não irão macular o processo de promoções, nem entre os aliados há consenso. Até ontem, conforme Daniel Bordignon, líder da bancada do PT na Assembleia, havia dúvidas sobre as medidas.

– Podem até nos convencer, mas ainda não tentaram. Sequer procuraram a bancada para dizer se isso vai melhorar a segurança pública, porque no fim das contas é isso que conta. Na minha opinião, é precipitado votar o projeto em regime de urgência – afirmou Bordignon, que pretendia ir à Casa Civil pedir mais informações.

Brigada Militar de Sapucaia do Sul apreende adolescente (mais um) por tráfico de drogas e apreende crack e maconha.

Droga (crack e maconha) apreendidas
com o adolescente.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul

Em 23/02/2012, no início da madrugada, logo após a meia noite, policiais militares do Pelotão de Operações Especiais da Brigada Militar de Sapucaia do Sul abordaram um homem suspeito na Travessa Espírito Santo, Bairro Multiforja, em Sapucaia do Sul, que foi identificado, com 14 anos de idade e com antecedentes criminais por TRÁFICO DE ENTORPECENTES, POSSE DE  ENTORPECENTES (2X) e FURTO QUALIFICADO.
Na busca pessoal foi encontrada com o suspeito 04 pedras de crack, 01 bucha de maconha pesando aproximadamente 20 gramas e R$4,00 (quatro reais) em dinheiro.
O adolescente foi apreendido em flagrante delito por tráfico de drogas e encaminhado ao DPPA para a lavratura do auto de apreensão em flagrante delito por ato infracional.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende suspeito de homicídio e apreende espingarda supostamente usada no crime.


Em 23/02/2012, aproximadamente às 11h00, policiais militares da Brigada Militar de Sapucaia do Sul foram acionados para comparecerem na Travessa Neli, Vila Vargas, Sapucaia do Sul, a fim de averiguarem sobre um homem, na via pública,  ferido com disparos de arma de fogo. No local os policiais encontraram um homem, com ferimentos nas nádegas e cabeça, já em óbito.
Policiais ostensivos e da inteligência iniciaram diligências e logo em seguida prenderam o suspeito da autoria do homicídio, na Rua São Caetano, Vila Vargas, que foi identificado - com antecedentes criminais por LESÃO CORPORAL, PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO (2X), DISPARO DE ARMA DE FOGO EM VIA PÚBLICA, APREENSÃO DE OBJETO, AMEAÇA (2x) .
Na casa do suspeito a guarnição apreendeu  uma espingarda calibre 16, marca Coqueril, com dois cartuchos deflagrados, muito provavelmente utilizada para cometer o crime.
O suspeito foi conduzido até a 2ª Delegacia de Polícia de Sapucaia do Sul para a lavratura do auto de prisão em flagrante delito.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

PAIS OMISSOS, FILHOS TRANSGRESSORES - Opinião, por Ronie de Oliveira Coimbra




A notícia de que uma menina de três anos de idade morreu ao ser colhida por um “jet ski”, na praia de Guaratuba, em Bertioga, litoral de São Paulo, consternou todo o Brasil. A vida não tem valoração, pois a sua perda faz com que tudo se perca, mas uma vida abreviada em tão tenra idade, e da forma que ocorreu, sempre causa muita indignação, e, busca-se, em uma só voz, que a justiça seja feita, os responsáveis sejam punidos, e a morte da menina não seja mais uma escrita no livro da impunidade. 

Mas uma análise, embora superficial dos fatos, permite, claro, precariamente, tirarmos algumas lições e conclusões. A primeira lição é que o permissivismo de pais, para com seus filhos adolescentes, pode ser fatal, tanto para o adolescente que goza da inexistência de limites, como para outros, cujo exemplo cabal é o da menina que restou morta. Permitir que um garoto de catorze anos se aproprie de um Jet ski e o leve para uma praia apinhada de pessoas, dentre elas crianças, é de uma irresponsabilidade injustificável. 

Pondero que os pais não conseguiram dizer não ao seu filho adolescente, que concluiu facilmente que como a família não lhe impunha limites, porque a sociedade teria o direito de lhe impor, lhe negando a oportunidade de pilotar o jet ski, mesmo sabendo que precisava ter no mínimo dezoito anos e portar uma autorização? Imaginemos este adolescente, acostumado a não ter limites, encontrando pela frente uma pessoa ou autoridade que lhe balizasse uma conduta e lhe negasse algo que pela lei ou moral fosse proibida. Qual seria a reação perante a frustração? 

Ocorrida à tragédia o adolescente e familiares se debulham em explicações, a exemplo de que o jet ski imprimiu seu curso sozinho, após o adolescente ligar a ignição. Ora, sejam estas explicações criveis ou não, os peritos e técnicos irão chancelá-las ou negá-las, mas o que não tem explicação é um adolescente de catorze anos pilotando um jet ski, muito certamente, com conhecimento dos pais. 

Porém, existe outra lição a ser vista. O adolescente, tão logo viu a bobagem que fez e a grave conseqüência dela, correu para casa, para o seio de sua família, que lá lhe mostrou outra faceta da vida, que ele, com certeza, levará para o resto de sua existência: A que ele pode fazer qualquer “bobagem” e fugir da responsabilidade, pois sua família lhe ajudará, inclusive fugindo junto, mesmo que deixe para trás uma agonizante menininha de três anos de idade. Caso tudo de certo e as lições de permissividade e irresponsabilidade sejam aprendidas, aguardemos os feitos, do hoje adolescente, quando for adulto. 



Ronie de Oliveira Coimbra
Major – Cmt do 33º BPM de Sapucaia do Sul
www.roniecoimbra.blogspot.com

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende dois homens que renderam e assaltaram um taxista.



Ação policial de prisão dos assaltantes
Fonte: BM de Sapucaia do Sul
Um assalto terminou com um acidente de trânsito em Sapucaia do Sul, por volta das 12h20 desta quarta-feira (dia 21 de fevereiro de 2012). Um taxista foi rendido em seu veículo por dois assaltantes, entre São Leopoldo e Sapucaia, e foi mantido como refém enquanto os bandidos se dirigiam para o município vizinho. 
Durante o percurso, policiais da inteligência da Brigada Militar de Sapucaia do Sul flagraram o taxista ser rendido pelos assaltantes, que passaram a acompanhar o táxi e acionaram guarnições motorizadas do policiamento ostensivo. Os assaltantes perceberam o acompanhamento e imprimiram velocidade ao táxi, em uma tentativa de fuga, pelo que iniciou-se um acompanhamento que terminou próximo ao pórtico de entrada de Sapucaia do Sul (quase no acesso para a BR-116), na Avenida Lúcio Bittencourt. 
Táxi e caminhão, após a colisão provocada
pelos assaltantes, na fuga.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul
O táxi acabou se envolvendo em colisão com mais outros dois carros e um caminhão. Condutores e passageiros sofreram ferimentos leves e foram atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no local. 
Os dois criminosos – um com antecedentes criminais por FURTO/ARROMBAMENTO DE ESTABELECIMENTO COMERCIAL, ROUBO A ESTABELECIMENTO COMERCIAL E ROUBO A MÃO ARMADA, e o outro com antecedentes criminais por DANO, VIOLAÇÃO DE DOMICILIO, FURTO QUALIFICADO(2X), ROUBO A PEDESTRE, APRESENTAÇÃO DE DETIDO, AMEAÇA (2X), LESÃO CORPORAL, EXERCÍCIO ILEGAL DA PROFISSÃO (3X) – foram presos em flagrante delito por roubo e encaminhados a 1ª DP de Sapucaia do Sul para lavratura do auto de prisão em flagrante delito. 
MAIS UMA VEZ CRIMINOSOS REINCIDENTES, DE ALTA PERICULOSIDADE RESTAM NAS RUAS, LIVRES, LEVES E SOLTOS, A FAZER O QUE SABEM: ROUBAR E AMEAÇAR AS PESSOAS.


Brigada Militar de Sapucaia do Sul apreende adolescente, com 14 anos de idade, por tráfico de drogas e apreende cocaína.


Cocaína apreendida com o adolescente
Fonte: BM de Sapucaia do Sul

Em 19/02/2012, aproximadamente às 02h15 da madrugada, policiais militares da Brigada Militar de Sapucaia do Sul, em razão de denúncias, partiram em diligências para a Travessa Espírito Santo, Bairro Multiforja, Sapucaia do Sul, onde abordaram um adolescente, com 14 anos de idade – que já possui antecedentes criminais por TRÁFICO DE ENTORPECENTES E POSSE DE ENTORPECENTES -  e durante a busca pessoal foi encontrado com o adolescente, em sua cintura, um saquinho azul com 10 petecas de cocaína, pelo que foi apreendido em flagrante delito por tráfico de drogas.

Brigada Militar de Sapucaia do Sul retira mais um revólver das ruas.


Revolver apreendido com o suspeito
Fonte: BM de Sapucaia do Sul


Ação policial de prisão do suspeito.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul
Em 19/02/2012, em torno de 22h30, policiais militares da Brigada Militar de Sapucaia do Sul, após recebimento de uma denúncia sobre um homem portando uma arma de fogo, deslocaram até a Rua Nossa Senhora das Graças, Bairro Centro, Sapucaia do Sul, e avistaram o suspeito descrito, na via pública. Seguiu-se a abordagem e identificação do suspeito – com antecedentes criminais por ADOLESCENTE INFRATOR POR DIRIGIR SEM HABILITAÇÃO -  e na busca pessoal encontraram na sua posse um revólver calibre 32, municiado com seis cartuchos intactos, pelo que foi preso em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo e conduzido ao  DPPA/ CANOAS para a lavratura do auto de prisão em flagrante delito.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Depoimento imperdível de um PM de Santa Catarina.



19 de fevereiro de 2012
"Caro jornalista Moacir Pereira,
como assíduo leitor de sua coluna peço vênia para utilizar este esse espaço democrático a fim de discorrer sobre um assunto bastante comentado ultimamente nos mais diversos canais de comunicação, qual seja, o salário paga ao Policiais/Bombeiros Militares e Policiais Civis dos Estados Membros. Para situar melhor seus leitores, gostaria de informar que os profissionais que atuam na Segurança Pública de Santa Catarina trabalham em regime de escala de serviço, tais como: 24x48; 12x24/12x48 , entre outras. Esclarecido esse primeiro ponto passo a discorrer sobre ?simplicidade? do nosso serviço diário, para depois deliberar acerca da remuneração do profissional da segurança pública.
Quero dizer que as assertivas aqui apresentadas foram construídas ao longo de 18 anos de serviços prestado a Polícia Militar de Santa Catarina, portanto, são as minhas verdades, as minhas impressões, as minhas vivências, porém revestidas de uma certa propriedade.
Passamos a discorrer sobre a rotina de serviço de um Policial/Bombeiro Militar e Policial Civil quando em escala de serviço, que é bastante simples, como é de conhecimento público:
a) O Policial/Bombeiro Militar e Policial Civil toma mais decisões num dia de serviço do que muitos outros profissionais em um ano, e olha que quando as fazemos precisamos analisar em uma fração de trilhonessímo de segundos se ela esta de acordo com os nosso regulamentos disciplinares, com a legislação em vigor, e no caso dos militares, se não contraria o RDPMSC e o CÓDIGO PENAL MILITAR, que aliás prevê pena de morte para o militar em caso de guerra. Não podia ser diferente, nossas decisões impactam diretamente na vida da sociedade em geral.
b) O Policial/Bombeiro Militar e Policial Civil quando escalado para o serviço também realiza partos. Isto mesmo, somos especialistas em realizar partos em nossas viaturas, paradas ou em movimento. Somos a ÚNICA CATEGORIA DO MUNDO especialista em auxiliar no trabalho de parto por telefone. Quando uma parturiente esta em trabalho de parto ela não liga para o profissional da saúde que a assiste, ela liga pra onde, para o 190 ou 193. E nos que somos altamente treinados em nossas escolas de formação/aperfeiçoamento entramos em ação. Até hoje temos 100% de êxito. Alguém mais na sociedade é capaz de realizar tal feito? Duvido!
c) O Policial/Bombeiro Militar e Policial Civil também é PhD em desobstruir vias respiratórias de recém-nascidos por telefone, muitas e muitas vidas de redém nascidos já foram salvo por nossos Policiais. E não cobramos consultas pelo trabalho realizado.
d) Na nossa rotina de trabalho pegamos em nossas mãos um indefeso cãozinho perdido e a entregamos aquela família angustiada pela sua ausência, como também pegamos em nossas mãos bananas e mais bananas de dinamites que são usadas para o cometimento dos mais diversos crimes.
e) Monitoramos diversas câmeras nos mais distantes rincões do nosso Estado. Onde não existem ?heróis?, como no famoso programa.
f) O policial/bombeiro militar e policial civil resolve brigas de casal, atende a chamada de dispare de alarme em estabelecimento bancário, atende a acidente de trânsito, seqüestro, roubo, furto, assassinato, suicídio, assalto, estelionato, embriaguês ao volante, lesões corporais
Temos ainda o trabalho desenvolvido pelas nossas Unidades Especializadas, que não são poucos.
E por aí vão às ações que o Policial/Bombeiro Militar e Policial Civil realiza, não apenas no seu dia de serviço, com também em seu dia de folga, por DEVER DE OFíCIO.
Salutar lembra que o Policial/Bombeiro Militar e Policial Civil que atua na ponta não conta com inúmeros assessores para realizarem as atividades para que eles só assinem os papéis depois, ao contrario, o policial que atua na ponta da atividade inicia, da sequência e termina o serviço sozinho, ele e seu companheiro, caso o tenha. No sol, na chuva, no frio ou no calor, pois, no caso específico dos Policiais Militares, para a consecução do nosso serviço estabelecido na Constituição Federal somos proibidos de levar qualquer cidadão para algum local dentro dos nossos Batalhões para realizarmos qualquer procedimento. O que é um absurdo! As outras Polícias realizam seus procedimentos em seções dentro de suas organizações, mas sesquicentenária Policia Militar não pode.
Para o atendimento de ocorrências dependemos da nossa MOBILIDADE, porém mesmo em atendimento de ocorrências somos equiparados a motoristas comuns, pois, somos suscetíveis de receber uma NOTIFICAÇÃO DE TRÂNSITO. Será que alguém já ouviu falar em TEMPO/RESPOSTA no atendimento de ocorrência. Nossos inteligentes e profundos estudiosos do Congresso certamente que não. Quando precisamos atuar com rapidez e agilidade, nos dizem que precisamos estacionar nossas viaturas igualzinho ao turista americano que vai a feira para passar a manhã escolhendo um badulaque para dar de presente a sua amada, que o espera na cama do hotel. Caso contrário somos triturados pela opinião pública.
Enfim, vem o carnaval a quem o Estado recorre......não é ao BEM 10! NEM AOS SUPER AMIGOS, TÃO POUCO AOS HEROIS DO BBB....
Contudo a população catarinense não precisa ficar ficar preocupada, pois nós, Policiais/Bombeiros Militares e Policiais Civis trabalhamos com afinco, dedicação, amor, comprometimento, profissionalismo, responsabilidade, competência, honra e transparência no intuito de bem servi-la. Não que outras categorias não ajam assim na consecução de seus serviços.
Pois é desta mesma sociedade que fomos selecionados é nela que vivemos, que vivem nossos filhos, esposas, pais, irmãos, amigos e (des)governantes.
O que nós Policiais/Bombeiros Militares e Policiais Civis queremos é que nos remunerem com um SUBSÍDIO ADEQUADO AS COMPLEXIDADES DO NOSSO SERVIÇO. Entendo que é HERESIA dizer que um Policial/Bombeiro Militar e Policial Civil deve perceber subsídio maior do que um Juiz, um Promotor de Justiça, um Deputado Estadual, um Procurador do Estado ou um Conselheiro do Tribunal de Contas. Também entendo que é HERESIA pagar a um Policial/Bombeiro Militar e Policial Civil subsídios menores do que os percebidos por um Juiz, um Promotor de Justiça, um Deputado Estadual, um Procurador do Estado, um Conselheiro do Tribunal de Contas, dado a COMPLEXIDADE DAS NOSSAS RESPONSABILIDADES FUNCIONAIS. Nosso trabalho é tão importante e necessário quanto os demais.
A título de colaborar com o Governo do Estado na solução para a questão salarial dos membros da Segurança Pública do nosso Estado, sugiro que se DIMINUAM OS REPASSES a Assembléia Legislativa, ao Poder Judiciário Estadual e ao Ministério Público Estadual, não que os membros desses Poderes/Órgão não façam jus a uma GRATIFICAÇÃO NATALINA SUBSTANCIAL, que no meu modesto ponto de vista é um verdadeiro soco desferido por um atleta de MMA na cara da população, mas é que POR HORA ESTA FALTANDO DINHEIRO em outras áreas IGUALMENTE IMPORTANTE. Nós Policiais/Bombeiros Militares e Policiais Civis não queremos gratificações natalinas gordas, queremos, sim, um SUBSÍDIO ADEQUADO A NOSSA REALIDADE FUNCIONAL.
Agradeço ao amigo Jornalista pelo espaço cedido.
Um tríplice e fraternal abraço.

Omar Correa Marotto
2º Tenente PM."

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende bando integrado por quatro homens e duas mulheres e apreende 7.8 kg de maconha, 36 gramas de crack, um revólver cal. 38, uma espingarda Boito calibre 12, entre outros materiais.


Droga (maconha e crack), armas e outros materiais apreendidos
com o bando.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul

Na madrugada do dia 18/02/2012, em torno de 03h30, policiais militares da Brigada Militar de Sapucaia do Sul (33º BPM), deslocaram até o Bar “Gauchinha”, Bairro Cohab, em Sapucaia do Sul, pois o proprietário acionou a BM. No local a vítima narrou aos policiais que quatro indivíduos entraram no bar, um deles armado com um revólver calibre .38, e passaram a ameaçá-lo. A vítima e uma outra pessoas conseguiram dominar e desarmar o meliante, pelo que os quatro suspeitos fugiram. A arma, que se tratava de  um revolver marca Rossi,  calibre .38, foi apreendido pelos policiais. Desta feita os suspeitos não foram localizados.
Entretanto a vítima acionou novamente a BM, narrando que avistara um indivíduo com uma espingarda, trajando um colete balístico, pelo que os policiais militares do Pelotão de Operações Especiais (POE) do 33º BPM congelaram as imediações do prédio aonde supostamente estaria o suspeito armado e localizaram o apartamento onde eles estavam, que foi abordado.
No apartamento estavam seis suspeitos (quatro homens e duas mulheres), o primeiro deles com 28 anos de idade, sem antecedentes criminais; um segundo suspeito com 36 anos de idade e com antecedentes criminais POR AMEAÇA, LESÃO CORPORAL CULPOSA, CORRUPÇÃO, RECEPTAÇÃO E PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO, PRISÃO CUMPRIMENTO DE MANDADO, JOGOS DE AZAR, DIFAMAÇÃO,  FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS PÚBLICOS; o terceiro suspeito com 20 anos de idade, FORAGIDO DO SISTEMA PRISIONAL,  e com antecedentes criminais por DANO AO PATRIMÔNIO PÚBLICO, DESACATO, APREENSÃO DE MENOR POR ORDEM JUDICIAL, ENTORPECENTE POSSE, RAPTO CONSENSUAL, AMEAÇA, FALSA IDENTIDADE; o quarto suspeito homem com 19 anos de idade com antecedente criminal por FALSIDADE IDEOLÓGICA; a primeira mulher com 30 anos de idade, sem antecedentes e a outra mulher com 29 anos de idade, com antecedentes criminais por  VIAS DE FATO, LESÃO CORPORAL.
No apartamento foram localizados e apreendidos  7(sete) tijolos e meio de maconha, pesando 7,800 KG, uma balança de precisão grande, 1 rádio de carro, 1 kit de manutenção de arma, 2 carregadores de pistola cal.380, uma espingarda cal.12, marca “Boito”, numeração raspada, 09 munições de cal.12, 9 munições de cal.38, uma munição de cal.380 e 4 telefones celulares.
No Ford Fiesta, de um dos suspeitos foi foi encontrado um par de placas de colete balístico com capa, e em  um Renault Clio, também de propriedade de um dos suspeito foi  encontrado 6 pedras de crack pesando um total de 36 gr. Estes veículos foram recolhidos ao depósito do Roman como objeto de crime.
Todos os suspeitos e suspeitas presos em flagrante por tráfico de entorpecentes e porte ilegal de arma, formação de quadrilha ou bando, entre outros crimes e encaminhados ao DPPA Canoas para a lavratura dos autos de prisão em flagrante delito.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

É nisto que dá: A Brigada Militar tinha expulso o brigadiano por roubo a banco. A Justiça mandou ele ser reintegrado e deu "problema".


Delegada indiciou brigadiano - Publicado no Jornal VS, de 16 de fevereiro de 2012.

A delegada Ariadne Langanke indiciou, em outubro de 2011, um soldado da ativa da Brigada Militar por participação em roubos a residência em Dois Irmãos. O inquérito originou um processo criminal, em andamento no Foro da cidade. O soldado é de Novo Hamburgo e está afastado do policiamento. Já tinha sido expulso da corporação por assalto a banco, mas conseguiu retornar por determinação judicial.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende indivíduo, integrante de bando, recupera dois automóveis, um caminhão e uma motocicleta roubados e apreende um revólver.


Em 16/02/2012, aproximadamente as 08h00, policiais militares do da Brigada Militar de Sapucaia do Sul, após tomarem ciência do roubo de um veículo VW Gol, cor verde, placas IEX3826, perpetrado por um bando de delinqüentes (em torno de seis), que empreenderam fuga em direção ao Morro de Sapucaia a seis elementos que teriam fugido na direção do Morro de Sapucaia, tripulando o Gol roubado  e um outro veículo, supostamente um Ford Pálio.
Os policiais saíram na tentativa de localizar os bandidos e pelo caminho encontraram o Gol, abandonado pelos delinqüentes, que na fuga ainda roubaram um caminhão MB608 D laranja, este abandonado pelo caminho,  e uma motocicleta Fan vermelha placas ISI1523, cujo delinqüente que a tripulava foi abordado e identificado – com antecedentes criminais por lesão corporal e adolescente – que portava um revólver calibre 38, numeração raspada,  municiado com três cartuchos (dois intactos e um  deflagrado).
Este suspeito indicou a localização do Pálio, que foi localizado pelos policiais, cujas placas eram IMP7969, que fora roubado na madrugada na cidade de São Leopoldo.
Indivíduo preso por roubo e encaminhado a 2ª DP de Sapucaia do Sul para a lavratura do auto de prisão em flagrante delito, juntamente com as seis pessoas vitimadas pelo bando.

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende homem suspeito de abusar de menino de oito anos de idade.


Em 15/02/2012,  aproximadamente as 21h00, policiais militares do grupamento de motociclistas (ROCAM) da Brigada Militar de Sapucaia do Sul acorreram a um logradouro do bairro Sial, na Cidade de Sapucaia do Sul, em apoio a uma das Conselheiras Tutelares de Sapucaia do Sul, a qual repassou aos policiais que recebera denúncias de moradores de que um indivíduo estava perturbando as crianças que por ali passavam.
Os policiais partiram em diligências e localizaram a residência do suspeito, na qual estava um menino de oito anos, deitado na cama, ladeada por uma faca de caça, filmes e jogos pornôs, mais um cigarro de maconha.
O suspeito alegou que a criança estava ali por autorização da mãe, o que os policiais apuraram que não era verdade, pois a mãe do menino desconhecia que ele ali estava.
O menino confidenciou a Conselheira Tutelar que enquanto esteve na casa o suspeito lhe deu banho, apalpando todo o seu corpo e beijava-lhe a boca.
O suspeito foi preso em flagrante delito por ESTUPRO DE INCAPAZ e encaminhado a DPPA Canoas.
 A criança foi encaminhada para exame de corpo de delito.

Brigada Militar de Sapucaia do Sul recupera três automóveis (Renault Mégane, cor preta, placas IRJ 4701, o Ford Fiesta, cor prata, placas IOB 4912 e o Hyundai IX35, cor preta, placas IRR 3353) e dois caminhões (Mercedes Benz Modelo 1518, cor azul, placas IHX 1940 e Ford Cargo, cor branca, placas MHC 0954) em ocorrência de roubo.


Na noite do dia 12/02/2012, policiais militares da agência de inteligência da Brigada Militar de Sapucaia do Sul recuperam três automóveis que estavam em ocorrência de roubo, a saber:  o Renault Mégane, cor preta, placas IRJ 4701, o  Ford Fiesta, cor prata, placas IOB 4912 e o Hyundai IX35, cor preta,  placas IRR 3353. Todos os veículos foram encaminhados ao depósito ROMA, em Sapucaia do Sul.
 Na manhã do dia 14/02/2012 os agentes localizaram, na Rua General Luz, Bairro Vargas, no interior de um galpão, o caminhão Mercedes Benz Modelo 1518, cor azul,  placas IHX 1940, roubado na RS-118, em Gravataí.
Já na manhã do dia  15/02/2012 policiais ostensivos recuperaram o caminhão Ford Cargo, cor branca, placas MHC 0954 de Santa Catarina, roubado na RS-387 em Montenegro. Ambos os caminhões também recolhidos ao depósito ROMA.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

LEGISLAÇÃO ATUAL – O FILME: COMÉDIA PARA OS BANDIDOS, FILME DE TERROR PARA O CIDADÃO DE BEM, por Major Ronie de Oliveira Coimbra




Na terça-feira passada, dia 14 de fevereiro de 2012, a Brigada Militar de Sapucaia do Sul prendeu um delinquente “da gema”, de alcunha “Juquinha”, por flagrá-lo arrombando e furtando uma residência. Até ai uma normalidade para quem, desavisadamente, analisasse o evento e poderia pensar que a BM realizou mais uma prisão, diga-se, uma obrigação dos policiais militares, no caso, o de protegerem o patrimônio das pessoas.
Porém, Juquinha possui 61 registros de ocorrências por diversos crimes. A prisão que eu comento foi a VIGÉSIMA NONA por prática de furto, desta feita qualificado.
Como quero transmitir ao leitor no título deste ensaio, para Juquinha a Legislação Processual Penal Brasileira é uma comédia, que o faz dar risadas, desde o ano de 2001, quando começou sua “carreira” criminosa, inicialmente de forma incipiente, com quatro crimes no primeiro ano, e dois crimes no segundo ano. Como percebeu que os únicos que o prendiam eram da polícia, e que restava solto logo em seguida, tratou de aumentar o volume de crimes, principalmente furtos, eis que a legislação não enxerga esta prática com gravidade, tanto que a reforma da legislação processual penal, ofertada a sociedade no segundo semestre de 2011, como um presente de grego, previu uma serie de medidas em substituição a prisão em flagrante delito para os crimes com pena prevista com até quatro anos de prisão, a exemplo dos furtos. “Juquinha” agradece, e dá risadas, e logo em seguida, sim, logo em seguida, pois restará solto, decorrente das benesses desta Lei vergonhosa, frouxa, permissiva e fomentadora de impunidade, e estará a arrombar casas e furtar o patrimônio das pessoas.
E não faltarão sábios, autoridades e alguns setores da imprensa que alardearão, como se verdade fosse, que a culpa disto tudo é da polícia militar que não realiza o policiamento ostensivo com eficiência, ou da polícia civil que não investiga os crimes já cometidos, e ficaremos Eu, e o Delegado, a dar explicações da nossa “ineficiência”. Enquanto isto, nossos legisladores, que vivem na ilha da fantasia, cercados de mordomias e privilégios, desfrutadores da abastança proporcionada pelo suor dos brasileiros, e quem sabe por causa deste contraste, desta desproporcionalidade de realidades, estejam a, cada vez mais, criar roteiros para deleite dos bandidos, principalmente destes da estirpe de “Juquinha”, e para horror da sociedade, e desespero e frustração dos policiais, que mesmo prendendo 29 vezes um delinquente, por prática de diversos furtos, ficam com a certeza de que a trigésima prisão acontecerá muito em breve, entretanto, até ela ocorrer, muitas pessoas terão seu patrimônio roubado por alguém que há muito tempo, mas há muito tempo, deveria estar atrás das grades.

Ronie de Oliveira Coimbra
Major – Cmt do 33º BPM de Sapucaia do Sul

Brigada Militar prende dupla por tentativa de assalto contra uma senhora de 52 anos.


Em 15/02/2012, aproximadamente as 08h15, a Central de Operações da Brigada Militar de Sapucaia do Sul transmitiu sobre uma tentativa de assalto, contra uma senhora de 52 anos, e que os suspeitos estavam em deslocamento, a pé, pela  ERS 118, Bairro Nova Sapucaia, pelo que policiais militares do policiamento ostensivo motorizado saíram em diligências e abordaram os dois suspeitos – UM COM 26 ANOS DE IDADE,  SEM ANTECEDENTES CRIMINAIS E O OUTRO, COM 21 ANOS DE IDADE, COM ANTECEDENTES CRIMINAIS POR APREENSÃO DE OBJETO, ENTORPECENTE – POSSE, FURTO ARROMBAMENTO DE ESTABELECIMENTO COMERCIAL, ROUBO A PEDESTRE – e um deles portava um simulacro de revólver.
A vítima reconheceu os suspeitos como os que tentaram o assalto, pelo que foram presos por tentativa de roubo e encaminhados até a DP de Sapucaia do Sul, para a lavratura do auto de prisão em flagrante delito

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende homem por tráfico de drogas e apreende 77 pedras de crack e dinheiro.

Droga (crack), dinheiro e outros objetos apreendidos
pelos policiais militares.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul

Em 15/02/2012, aproximadamente à 01h00 da madrugada,  agentes da seção de inteligência da Brigada Militar de Sapucaia do Sul partiram em diligências, em razão de denúncias da pratica e tráfico de drogas, no Bairro Capão da Cruz.
Os policiais monitoram o local e confirmaram a pratica de tráfico de drogas, pelo que abordaram um suspeito, que foi identificado – com antecedentes criminais por TRÁFICO DE ENTORPECENTES (2X),  ASSOCIAÇÃO AO TRÁFICO DE DROGAS – e na busca pessoal foi localizado com ele 77 pedras de crack e a quantia de R$166,00 em dinheiro.

Prisão do Traficante
Fonte: BM de Sapucaia do Sul
Indivíduo preso em flagrante delito por tráfico de drogas e encaminhado ao DPPA/CANOAS para lavratura do auto de prisão em flagrante delito, juntamente com um indivíduo, que comprava drogas do traficante, por ocasião da abordagem.

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende homem pela 29ª vez por prática de furto qualificado e que já conta com 63 registro policiais como autor dos mais diversos crimes.


No início da tarde de hoje, a Brigada Militar de Sapucaia do Sul efetuou a 29ª prisão de Daniel Oliveira Menezes, de 26 anos, por prática de furto, que conta com de 63 registros policiais pela prática dos mais diversos crimes.
 O jovem atua em furto às residências, e, em sua ficha, como já apontamos, dezenas de idas e vindas das prisões. Suas áreas de ação são os  bairros Piratini, Santa Catariana e Diehl, em Sapucaia do Sul.
Hoje, policiais do Grupamento de Motociclistas de Sapucaia do Sul (ROCAM) levaram mais uma vez o homem à prisão. Juquinha, como é conhecido, estava efetuando furto na Rua Castro Alves, no bairro Santa Catarina.
A prisão deu-se depois que uma viatura foi solicitada na Rua Castro Alves para averiguar a prática de furto a uma residência. A viatura patrulhava as imediações e rapidamente chegou ao local indicado.
Na casa, Juquinha foi abordado, e com ele já estavam uma bicicleta, um autorrádio cd e um rádio portátil, objetos que estavam em uma lavanderia da casa que não estava chaveada.
Ele foi identificado e de imediato reconhecido pelos policiais.
Em ato contínuo recebeu voz de prisão e conduzido ao HMGV para exames e posterior apresentado na 1º DP de Sapucaia do Sul.
A vítima, que não estava na residência, foi avisada do furto em sua casa.
O primeiro registro contra Juquinha foi em 2001, naquele ano ele obteve quatro acusações, em 2002 mais duas acusações, e depois nunca mais parou de efetuar furtos em residência e veículos.
Este rapaz é suspeito de furtar escolas em Sapucaia do Sul, e todos percebem que ele já foi preso diversas vezes, mas resta, logo em seguida, solto. Depois, Eu e o Delegado temos que dar explicações para a imprensa do porquê dos arrombamentos em escolas em Sapucaia do Sul, e passa-se a impressão que somos ineficientes. Este delinquente tem mais de 20 inquéritos remetidos a Justiça pela Polícia Civil. O que foi feito deles? Porque este indivíduo sempre estas nas ruas, embora tenha esta ficha criminal? São perguntas que não devem ser feitas ao Comandante da Brigada Militar de Sapucaia do Sul e nem aos Delegados das 1ª e 2ª DPs da Cidade.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende quadrilha (três homens e uma mulher) por tráfico de drogas e apreende cocaína e um revólver.

video

No dia 13/02/2012, aproximadamente às 09h00, no Bairro Sete, Rua Canizio, policiais militares da Brigada Militar de Sapucaia do Sul efetuaram a prisão de quatro pessoas por prática de tráfico de entorpecentes.
Arma, munição e drogas apreendidas.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul
A prisão deu-se depois que o Grupamento de Motociclistas (ROCAM), durante policiamento de rotina, efetuou a abordagem de um jovem de 19 anos COM REGISTROS POLICIAIS POR HOMICÍDIO E ROUBO A ESTABELECIMENTO COMERCIAL, e na busca pessoal os policiais encontraram com ele 15 (quinze) petecas de cocaína.
Prisão dos suspeitos.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul
No interior da residência, onde este vendia a droga, os policiais encontraram outro homem, de 31 anos, COM REGISTROS POLICIAIS POR PORTE ILEGAL DE ARMA, ROUBO A MOTORISTA DE TAXI, ROUBO À PEDESTRE, RECAPTURA DE PRESOS, PRISÃO CUMPRIMENTO DE MANDADO. Na casa, também, foi localizada uma mulher de 23 anos, com REGISTROS POLICIAIS POR FURTO, ROUBO A TRANSPORTE COLETIVO, POSSE DE ENTORPECENTES, RECEPTAÇÃO, FURTO QUALIFICADO, ROUBO A PEDESTRE E VIOLAÇÃO DE DIREITO AUTORAL.
No interior da residência foi localizado um revolver cal. 38, 4 polegadas, tambor de seis tiros e com a numeração raspada, 16 munições de cal. 38, destas 12 intactas e 4 deflagradas,  e mais  1 cartão de crédito.
Outra mulher responsável pela residência também foi conduzida a DP.

As drogas e a arma aprendida foram entregues na 2ª DP de Sapucaia do Sul, onde os quatro presos tiverem lavrados contra si os autos de prisão em flagrante delito por tráfico de entorpecentes.

Brigada Militar de Sapucaia do Sul prende dois homens adultos e um adolescente por arrobamento e furto qualificado em Supermercado de Sapucaia do Sul.

Materiais furtados e os três suspeitos presos
pelos policiais militares de Sapucaia do Sul.
Fonte: BM de Sapucaia do Sul

Em 14/02/2012, em torno de 05h30 da madrugada, policiais militares da Brigada Militar de Sapucaia do Sul foram acionados em razão de despacho da Central de Operações para atenderem uma ocorrência de arrombamento e furto no  supermercado Todo Dia, na Avenida João Pereira de Vargas, Bairro Nova Sapucaia.
Os policiais acorreram ao local e flagraram três suspeitos do crime, que inclusive já haviam carregado para fora do supermercado 82 (oitenta e duas) xampus,  04 (quatro) pacotes de bombons, 03 (três) garrafas de Martini, 15 (quinze) pacotes de pilhas pequenas, 92 (noventa e duas) barras de chocolate, 06 (seis) caixas de chocolate, 01 (um) chuveiro elétrico, 04 (quatro) caixas de tintura para cabelos, 04 (quatro) pacotes de salsicha.
Os indivíduos foram abordados e identificados:
Primeiro suspeito, com 33 anos de idade e com antecedentes criminais por POSSE DE ENTORPECENTES.
Segundo suspeito com 22 anos de idade e com antecedentes criminais por APREENSÃO DE OBJETO (Encontrado com produtos sem  procedência (2X)), AMEAÇA(2X), FURTO ARROMBAMENTO DE ESTABELECIMENTO COMERCIAL, RECEPTAÇÃO, PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO, ROUBO A PEDESTRE (3X).
Terceiro suspeito com 14 anos de idade e sem antecedentes criminais.
Os dois adultos foram presos e o adolescente apreendido, todos por furto qualificado e encaminhados ao DPPA Canoas para a lavratura dos autos de prisão em flagrante delito e do auto de apreensão de adolescente por ato infracional.

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU