Seguidores

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

A SOCIEDADE É A PRIORIDADE!!! (Versa sobre a necessidade de investimentos em tecnologia de comunicações na Brigada Militar)




Na data de 29 de novembro de 2011 a Brigada Militar de Esteio prendeu assaltantes, e na posse deles estavam rádios portáteis na freqüência da Brigada Militar. Episódios semelhantes aconteceram várias vezes em Sapucaia do Sul, quando delinqüentes perpetraram crimes e utilizaram rádios portáteis na freqüência da Brigada Militar para monitorarem os movimentos da policia e conseguirem êxito em sua fuga.
Creio que agora é o momento para investimentos em rádio comunicação para a Brigada Militar, porque se avizinha a Copa do Mundo de Futebol, em 2014, e a comunicação entre os policiais, de forma clara e célere, é condição indispensável para a prestação de bons serviços de segurança pública que terá demandas aumentadas em razão da Copa do Mundo.
Como está hoje não pode ficar. A comunicação é difícil; existem muitas áreas de sombra, o sistema de comunicação da polícia militar não é digital e não possui criptografia (codificação do sinal), o que permite que qualquer delinquente que adquira um rádio transceptor escute e monitore as frequências policiais; os equipamentos para os policiais a pé são escassos e eles se valem de seus telefones celulares para transmitirem mensagens de serviço para a Central, inclusive, tal prática se faz necessária quando as ocorrências são vultosas, pois já sabemos que existe a forte possibilidade dos bandidos estarem escutando nossas comunicações, desta feita as manobras de recursos e o cerco policial são feitos por telefone celular, quando o correto seria termos uma rede confiável que permitisse a troca de mensagens com tranquilidade entre a central e os policiais da linha de frente.
Isto posto, concluo que urge a necessidade de investimentos em equipamentos modernos de comunicações para uso no setor de segurança pública, com o único fito de prestar melhores serviços a sociedade.
Estes investimentos, claro, alcançarão ferramentas mais qualificadas para os policiais militares, mas a sociedade é que será a grande beneficiada, e não poderia ser diferente em se tratando de segurança pública. Hoje criminosos tem suas fugas facilitadas por falta de uma rede digital e criptografada, eis que, não raras vezes, bandidos são flagrados com rádios portáteis na freqüência dos Batalhões da Brigada Militar. As grandes vítimas desta situação são o policial militar, que fica vulnerável a ação de criminosos, que se antecipam as suas ações e eliminam o fator surpresa, preponderante para desfechos favoráveis nas ocorrências atendidas pela polícia militar; e os cidadãos de bem, que ficam com suas expectativas de socorro reduzidas, em razão de que os delinqüentes escutam as transmissões da polícia e conseguem antecipar suas ações e até mesmo controlar e prorrogar o episódio.
Creio que, entre os cidadãos de bem, existe a unanimidade que segurança pública necessita de investimentos, tanto em recursos humanos, quanto em recursos materiais e tecnológicos, eis que está em jogo a segurança, a vida e o patrimônio de milhões de pessoas.
Abraço

Ronie de Oliveira Coimbra
Major – Cmt do 33º BPM de Sapucaia do Sul

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU