Seguidores

quinta-feira, 26 de maio de 2011

BM de Sapucaia pode ter feito 1ª apreensão de óxi na região


Vinte pedras de coloração alaranjada foram apreendidas; droga foi levada à perícia.

Matéria publicada no Jornal VS de 26/05/2011

 Uma denúncia anônima que alertava sobre a venda de drogas em um beco próximo à BR-116, no bairro Três Portos, limite de Esteio com Sapucaia do Sul, fez a Polícia Militar apreender 20 pedras de uma droga que, até então, acredita-se ser óxi. A nova droga foi encontrada no bolso do casaco de uma mulher de 21 anos, na noite de terça-feira. Ela recebeu voz de prisão e foi apresentada na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), em Canoas.
Um dos policiais militares da seção de inteligência do 33.º Batalhão da Polícia Militar, cuja identidade será preservada, informou que as pedras apreendidas têm uma coloração laranja-escuro e um forte cheiro de querosene. A droga foi encaminhada para a perícia.
MAIS BARATA
O comandante do 33º Batalhão da Polícia Militar de Sapucaia, major Ronie Coimbra, afirma que não ficou surpreso com a apreensão da droga. “A entrada de qualquer droga em Sapucaia do Sul, na região ou no Estado depende da demanda. Se houver usuários, se houver compradores, haverá a inserção da droga. Outro aspecto que é importante salientar é como ela está sendo explorada. Ou seja, a indevida abordagem sobre os efeitos (alucinações) e o baixo custo chama atenção dos usuários, atrai’’, comenta ele, completando que a Brigada Militar ainda não tem certeza se realmente se trata de óxi. “Temos que aguardar pelo resultado da perícia.”
O QUE É O ÓXI
Óxi é resultado de uma mistura de pasta-base de cocaína, gasolina ou querosene, cal virgem e até ácido de bateria. Ela tem uma coloração diferenciada e uma textura esfarelada. Concentra cerca de 80% de cocaína e sua cor é variável.Ébranca quando tem mais cal virgem, amarela quando tem mais gasolina ou querosene, ou ainda roxa quando tem quantidades semelhantes de gasolina e cal virgem. Quando fumada, solta um óleo preto. A droga é vendida a 2 reais.
Ações são as mesmas para todas drogas
O major afirma que as ações de combate à propagação do óxi serão as mesmas usadas para combater a venda de maconha, crack e cocaína. “É apenas mais uma espécie de droga. O importante é trabalhar a prevenção, pois a reversão não existe. Existe, sim, a redução de dano’’, observa Coimbra, completando que um usuário contumaz de óxi não sobrevive mais que dois anos. Segundo o comandante da tropa de Sapucaia, os agentes da seção de inteligência do quartel monitoram locais a partir de denúncias e informações apurando se não há pontos de tráfico já dominados pela nova droga.
APREENSÃO NO ESTADO
A primeira apreensão no Estado ocorreu em 25 de abril de 2011 com três integrantes da quadrilha Bala na Cara, em Porto Alegre. Cerca de 300 gramas de óxi foram recolhidos.

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU