Seguidores

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Mulher presa responde a mais de 250 inquéritos por estelionato.

Zero Hora - 14 de dezembro de 2011
SUSPEITA DE ESTELIONATO
Mulher presa responde a mais de 250 inquéritos
Detida teria agido no Interior, na Região Metropolitana e em Santa Catarina


Em meio a uma investigação de violência doméstica mantida em sigilo, agentes da Delegacia da Mulher, de Gravataí, acabaram chegando à prisão de uma das mulheres mais procuradas do Estado. Vanessa Dobrecosta Pedroso, 31 anos, foi detida em casa, no bairro Vista Alegre, em Cachoeirinha, no final da tarde de segunda-feira.

Conforme levantamento da polícia, Vanessa responde a 258 inquéritos policiais por estelionato.

– Fazíamos uma investigação e constatamos que esta mulher tinha um mandado de prisão preventiva contra si decretado no município de Ibirubá (na região Noroeste). Fomos ao local e a prendemos – resumiu a delegada Caroline Jacobs.

Na folha policial da mulher, de 10 páginas, há ainda relatos de ameaças. Existem casos contra ela no Interior e em cidades da Região Metropolitana, como Porto Alegre, Cachoeirinha, Canoas, Gravataí e Viamão, além de Chapecó e Florianópolis, em Santa Catarina.

– Acredito que outras prisões contra ela serão decretadas – afirmou o chefe de investigações, Uirassu Cordeiro.

Os inquéritos se referem a pessoas lesadas pela empresa da qual ela era a responsável, a Fuji Medi, que vendia almofadas térmicas “milagrosas” . No golpe, descoberto em 2007, os vendedores convenciam idosos a autorizar desconto em folha para pagar por um produto que diziam ser a solução para dores lombares e musculares.

O Ministério Público conseguiu barrar a venda. As ações na Justiça, há quatro anos, também solicitavam a suspensão imediata das retiradas de valores dos benefícios do INSS de idosos que haviam caído no golpe. Natural de Cruz Alta, Vanessa foi encaminhada ontem para a Penitenciária Madre Pelletier e, nos próximos dias, deverá ser custodiada para Ibirubá, onde o pedido de prisão foi expedido, em 22 de novembro. Ela não chegou a prestar depoimento na polícia.

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU