Seguidores

quarta-feira, 2 de março de 2011

COMANDANTE DO 18º BPM REMETE CORRESPONDÊNCIA SOBRE AÇÕES EM VIAMÃO


Ao cumprimentá-los, como comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar – 18º BPM – responsável pelas ações de polícia ostensiva e de polícia de preservação da ordem pública em nosso município, venho novamente informar de algumas das nossas ações e de seus resultados relativos aos meses de Janeiro e Fevereiro deste ano, além de reafirmar o compromisso com a comunidade Viamonense na busca diária de melhor segurança pública para todos nós.
O lema institucional da Corporação: “Brigada Militar, a Força da Comunidade” não pode ser apenas uma frase de efeito, mas deve sim residir nela toda uma realidade de ações e resultados que a confirmem; para isso é necessárias uma série de ações para tal intento ser atingido e, principalmente, mantido através da redução dos índices de criminalidade.
A Força da Comunidade está presente no dia-a-dia de ações de polícia ostensiva através do patrulhamento pró-ativo, nas abordagens técnicas, no atendimento às demandas do fone 190 sempre com educação e presteza, enfim, em todas as nossas ações.
A confiança e a credibilidade alcançadas aqui em Viamão pela Brigada Militar, conforme o noticiado pela mídia local é fruto de um trabalho contínuo e preocupado em bem cumprirmos com nossas atribuições e obrigações sempre de uma forma técnica, prestativa e educada; temos, para isso, internamente investido muito em inteligência policial e corregedoria.
Por isso, e para avaliarmos melhor tais demandas, montamos um questionário a fim de buscarmos este dado da percepção da comunidade sobre os nossos serviços aonde, além de informações básicas sobre a vitimização do entrevistado buscamos também a sua percepção sobre o atendimento prestado pela Brigada Militar, além de sugestões relativas a segurança pública no seu bairro aqui em Viamão e, principalmente, informações que colaborem na atuação policial.
A informação trazida pela comunidade possui um valor estratégico imensurável e, segundo Marcos Rolim, em um de seus artigos publicados na ZH, “(... ) é o recurso mais importante para qualquer polícia do mundo (...) Uma polícia sem informações não sabe o que fazer e age como se estivesse em um túnel escuro. A mais ampla e importante fonte de informação para o trabalho policial é o povo. Mas a população só informa a polícia se confiar nela. Por isso, aumentar a confiança nas polícias é um desafio central, especialmente quando a imagem das instituições for ruim e estiver associada à ineficiência, à corrupção e à violência.”
Preocupados com isso a BM de Viamão, não que aqui houvesse ineficiência, corrupção e violência, investiu na Unidade de Polícia Comunitária – a UPC – uma viatura micro-ônibus que atua junto à comunidade, nos locais/bairros de maior índice de ocorrências, interagindo com a população que ali reside ou trabalha, citando como exemplo, a das Augustas aonde, conforme reportagem apresentada pela RBS TV em 04 de Maio passado, esta região apresentava taxas de homicídios/mortes semelhantes à de países em conflito.
Graças a este trabalho da UPC, onde estamos buscando integrar outros órgãos, junto com a pesquisa realizada, com a busca da informação, da informação conquistada e das ações de polícia ostensiva com base nestes dados muitos foram os presos (foram mais de 540 prisões em Janeiro e Fevereiro de 2011, média de 270 por mês, 09 por dia em Viamão); houve uma redução nos índices de violência, tanto que em Fevereiro último NÃO HOUVE HOMICÍDIOS nas Augustas, fato raro nestes bairros.
Os 03 homicídios em Fev/11 em Viamão é um dado a ser analisado de várias maneiras: dos dados estudados para esta análise desde Jan/08 até hoje, nestes 38 meses nunca havia havido tamanha redução, houve 02 meses – Ago/08 e Jul/09 – em que houve 19 homicídios em cada um, e os homicídios vem reduzindo conforme dados com base na Lei Postal em anexo; as Augustas sempre foram palcos deste tipo de fato; isso é fruto de um trabalho forte no combate ao crime e de constantes ações para manter tais indicadores em um bom termo para a comunidade por parte da Brigada Militar.         
Aproveito para frisar outros aspectos que nos preocupa no contexto criminal em Viamão: um deles a reincidência criminal, muitas vezes precoce: no final de 2010 foi preso um jovem de 15 anos de idade que já apresentava naquela ocasião 34 ocorrências policiais: são mais de 20 ocorrências de furto aonde se destacam: o furto descuido por 10 vezes, o furto a residência e a estabelecimento comercial (2 vezes cada um) e o furto qualificado (4 vezes) - sendo que 90% destes crimes foram realizados em Viamão e, infelizmente, a tendência deste jovem é continuar no crime; outro fator é a movimentação do crime: o criminoso não muda de profissão, mas sim de local de atuação, ou seja, há uma migração do crime dependendo da ação da Brigada, motivo maior da troca de informações com a comunidade para acompanharmos esta característica.
Temos realizado constantes ações de polícia ostensiva em bares, boates, em regiões de sabido comércio e uso de drogas, próximos aos estabelecimentos em que há significativo aporte de comércio e de papel moeda – lojas, bancos, lotéricas, farmácias, postos de combustível, postos de conveniência – em escolas, praças e parques; temos agido forte mas ainda há muitas ocorrências de roubo e de furto qualificado com o qual temos que continuar combatendo fortemente, salientando a todos a nunca reagir.
O tráfico e o consumo/posse de drogas é o maior fator gerador da criminalidade em nosso município, motivador principal dos homicídios, dos roubos e dos furtos em pessoas, em estabelecimentos comerciais, no transporte coletivo, além do furto e do roubo de veículos.
Finalizando, reafirmamos nosso compromisso com a comunidade e aguardamos as manifestações construtivas que tão importante tema requer.
(A) ALFEU FREITAS MOREIRA – Tenente Coronel QOEM - Comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar – Viamão.

DADOS DA BRIGADA MILITAR REFERENTES AO MUNICÍPIO DE VIAMÃO
COMPARATIVOS DOS ANOS DE 2009 e 2010

OCORRÊNCIAS
2009
2010
OBSERVAÇÕES

ABIGEATO
34
27
Criação Patrulha Rural.
Locais: Estância Grande, Estrada da Pimenta e Canta Galo
AGRESSÃO COM LESÃO
488
687
Fatos de abrangência geral com significativa incidência da Lei Maria da Penha.
APOIO AUTORIDADE
124
534
Cumprimento de Mandados expedidos pelo PJ.
ASSISTÊNCIA
31
827
Presença da BM em locais/situação que não se caracterizam como ocorrência policial mas que requer encaminhamento/providências da Corporação.
ARMA FOGO APREENDIDA
152
145
Armas brancas: 41 em 2009 e 57 em 2010.
FURTO DE VEICULO
204
242
Ações contra flanelinhas evitou aumento significativo deste tipo de delito.
Locais: Centro, Sta. Isabel e Cecília.
FURTO
552
959
Estão abrangidos os furtos simples e qualificado. Observa-se o aumento do registro destes fatos pelas vítimas.
Locais: Centro, Sta. Isabel e Augusta.
HOMICÍDIO
127
77
Grande maioria face o envolvendo com as drogas e os demais foram crimes passionais. Não houve latrocínio. Redução de 39%.
Locais: Augusta, Sta. Isabel, Jari e Sto. Onofre.
INSPEÇÃO LOCAL
195
9.140
Chamadas ao 190 ou por iniciativa do PM para averiguar local suspeito.
OC. ENVOLVENDO DROGAS
177
421
Posse: 61 em 2009 e 250 em 2010. (4x mais)
Tráfico: 116 em 2009 e 171 em 2010.
Mais que o dobro de ocorrências envolvendo drogas. Destaca-se o significativo aumento das ocorrências relativas a posse de drogas.
Locais: Sta. Isabel, Augusta, Centro e Cecília.
PATRULHAMENTO
455
8.771
Ações desenvolvidas por PM à pé ou motorizado quando não em atendimento de ocorrência. (19 x mais ações de patrulha)
POLICIAMENTO ESCOLAS
268
1.326
5x mais ações em escolas, incrementadas também pelo PROERD. Inibiu-se em muito ações de gangues/bondes.
POLICIAMENTO LOCAL DIVERSÃO PÚBLICA
19
261
Criada Comissão de Vistoria Policial (CVP) especialmente dos locais de diversão públicas uma vez ocorrências de desordens e perturbação do sossego alheio.
POLICIAMENTO PRAÇA DESPORTIVA
07
48
Mesmas ações da CVP.
ROUBO
500
411
Redução em ocorrência cuja característica é a violência.
Locais: Augusta, Sta. Isabel, Centro e Cecília.
PRISÕES
2.164
3.254
Mais de 1.000 pessoas presas comparando com ano anterior; BM abordando e próxima do delito cometido. Média de 8,9 prisões/dia.
DROGAS CRACK
2,518gr
9,894gr
3x mais crack apreendido.
ROUBO DE VEÍCULO
354
253
Automóvel: 105 ocorrências em 2010;
Motos: 148 ocorrências em 2010;
Redução dos índices mas ainda com números expressivos.
Autos: Centro, Krahe e Viamópolis;
Moto: Sta. Isabel, Cecília e Cocão.
Hora de maior incidência: entre às 18h e  24h.
MEP (caça-níquel)
07
117
Centro, Sta. Isabel e Itapuã.


 

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU