Seguidores

quarta-feira, 2 de março de 2011

COLUNA DO JORNAL LÍDER DO VALE DESTA SEMANA EM PRIMEIRA MÃO



VOLTA ÀS AULAS
Entre os dias 21 e 28 de fevereiro de 2011 iniciaram-se as aulas do ano letivo de 2011 nas redes estadual, municipal e privada em todo o Estado do Rio Grande do Sul e principalmente na Cidade de Sapucaia do Sul. Um contingente de milhares de crianças e adolescentes, alguns adultos, começaram a frequentar as aulas em nossas escolas.
É imperativo que a Brigada Militar tenha muita atenção e cuidado com a comunidade escolar, constituída por maioria esmagadora de crianças e adolescentes, que se relacionam entre si, com professores, funcionários das escolas e pais de alunos. Estas pessoas em formação - crianças e adolescentes - se tornam suscetíveis à violência física e ao tráfico de drogas, delito, hoje, empresarial e muito bem organizado. Obviamente que as condições que enumerei somadas muitas vezes com a situação de lares desestruturados e famílias com pouca ou nenhuma afetividade podem tornar crianças e adolescentes presas fáceis de traficantes.
Sem nenhuma dúvida que a polícia ostensiva deve e tem a obrigação de interferir neste processo. Mas o que fazer? Com certeza adotar uma medida simplista de designar policiais para policiarem esporadicamente este ou aquele estabelecimento de ensino não trará resultados satisfatórios. Esta medida de policia ostensiva deve acontecer, mas deve ser pensada e executada com inteligência, em razão de que as demandas de escolas que necessitam de policiamento é considerável e a BM tem exigências com outras demandas de segurança na Cidade, inversamente proporcional aos recursos de que dispõe.
Para tanto já temos instaurado desde o ano passado o Conselho de Segurança Escolar, cuja primeira reunião do ano ocorre hoje, dia 03/03/2011 e, neste mesmo dia, o grupo de motociclistas comunitário da Brigada Militar de Sapucaia do Sul começa a policiar as escolas durantes todos os turnos, diferente do ano passado que tínhamos fôlego para somente os turnos da tarde e noite.  Penso que este modelo praticado já durante o ano de 2010, com muitos resultados positivos, conforme testemunhos de professoras e diretoras de escolas, trará resultados melhores que os atingidos somente com o policiamento ostensivo mais formal. 
A este modelo somamos o nosso Programa Educacional de Prevenção ao Uso de Drogas e da Violência (PROERD) que, aliado a vários parceiros, pretende no mínimo reproduzir os resultados obtidos no ano de 2010, ocasião que formou mais de 2.500 crianças no programa, porém o policiamento ostensivo isoladamente não freará a violência. Lembro da necessária participação de toda a sociedade para que tenhamos uma Sapucaia do Sul mais tranqüila e segura.
Um ótimo ano letivo a todos.

Ronie de Oliveira Coimbra
Major – Cmt do 33º BPM de Sapucaia do Sul

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU