Seguidores

quinta-feira, 30 de junho de 2011

MINHA CASA, MEU QUARTEL

“MINHA CASA, MEU QUARTEL”
O 33º Batalhão de Polícia Militar, responsável pelo policiamento ostensivo na Cidade de Sapucaia do Sul, por ora, não tem Quartel próprio. Como se diz na linguagem popular: “vivemos de favor”.
Estamos assentados na Av. João Pereira de Vargas, que abriga nossa Administração, Sala de Operações, Cartório de Trânsito e Seção de Processamento de Ocorrências, em uma residência alugada e a conta fica a cargo da Prefeitura Municipal de Sapucaia do Sul.
Na Av. Rubem Berta, no Horto Florestal, estão às sedes operacionais do Batalhão, aonde se situam as duas Companhias Operacionais, o Pelotão de Operações Especiais e o Centro de Ensino do Batalhão. Ali estamos em razão de convênio firmado com a Fundação Zoobotânica, que nos empresta a área em caráter provisório.
Sapucaia do Sul já sediou, há muito tempo atrás, um grupo policial militar, entretanto a Cidade, que neste ano completa 50 anos de existência, cresceu, em razão de indústrias que aqui se assentaram, o que atraiu pessoas que aqui se fixaram e constituíram famílias. O comércio e os negócios cresceram; o TRENSURB por aqui passa, a população cresceu e hoje já são mais de 130.000 habitantes fixos; eventos acontecem na Cidade; a BR 116 e a ERS 118 se enveredam pelo Município; e com tudo isto ocorreram acréscimos nas demandas de segurança pública.
Por esta razão se fez necessário que a Cidade abrigasse um Batalhão de Polícia Militar, o 33º Batalhão de Polícia Militar, cuja estrutura e efetivos é o mínimo exigível para dar atenção as crescentes e iminentes demandas de segurança pública.
Ocorre que as estruturas físicas e instalações para abrigar esta Fração da Brigada Militar, durante todo este período de crescimento da cidade, não foram erigidas, e, hoje, o 33º BPM ainda não tem uma sede própria.
Não corremos o risco de sairmos da sede da João Pereira de Vargas, entretanto o espaço físico ali não comporta um Batalhão. Não posso dizer o mesmo do Horto Florestal, pois existe articulação para que a Brigada Militar saia dali para que se crie e instale uma Escola de Educação Ambiental. Passa longe dos meus pensamentos ser contrário a educação, principalmente a ambiental, mas creio que prioridades devem ser estabelecidas e, a meu juízo, manter a Brigada Militar confortável, até a construção de uma sede própria, que comporte suas estruturas, é uma boa política.
E a construção de aquartelamentos para a Brigada Militar estão sendo sinalizadas. Em permanente diálogo com o Prefeito Municipal e sua Chefia de Gabinete estamos estudando os melhores, e possíveis, locais na Cidade para que, muito provavelmente, construamos dois aquartelamentos, um que abrigue a administração, e outro que abrigue as frações operacionais,  e doravante o Município deixe de pagar aluguel para manter nosso quartel e deixemos de “morar de favor”, correndo o risco de a qualquer momento, não obstante toda a importância da instituição para a sociedade, sermos despejados.
Conto com o pensamento positivo de todos para que esta empreitada, de construção de dois quartéis, se realize e tenhamos o “Minha casa, meu Quartel” da Brigada Militar de Sapucaia do Sul.
 
Abraços a todos.
 
Ronie de Oliveira Coimbra
Major – Cmt do 33º BPM de Sapucaia do Sul

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU