Seguidores

quinta-feira, 15 de março de 2012

Detentas, após atearem fogo a colchões, em presídio em Novo Hamburgo são liberadas para prisão domiciliar. Tomara que outros presos e presas, de presídios gaúchos, não sigam o exemplo, na expectativa de irem para casa, até mesmo porque a Justiça e a SUSEPE não possuem funcionários para fiscalizarem se eles estariam em casa, ou por ai, fazendo sei lá o que...

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU