Seguidores

sábado, 28 de março de 2015

Texto de Diego Araújo* e sua opinião sobre a polícia.

Fico me perguntando o por que de a sociedade ser tão hipócrita, e no uso das palavras do jornalista gaúcho Alexandre Garcia, "porque odiamos tanto a polícia? 
Em países desenvolvidos o povo ama e aclama a polícia, porque no Brasil odiamos tanto a polícia? Devemos amar os traficantes, os políticos corruptos, os estupradores...Porque odiamos tanto a polícia?" 
Hoje ao assistir o Jornal do Almoço, uma das poucas coisas que ainda assisto na RBS e Globo, assisti perplexo a notícia que em Santa Maria - RS uma escola teve as aulas suspensas desde o inicio do ano letivo por ordem de traficantes e criminosos da Nova Santa Marta, sendo que na data de hoje, foram restabelecidas as aulas com a presença de tropas do 2º BOE e do 1º RPMon, ambos de Santa Maria. Deparei-me com imagens de PMs circulando pelos corredores, montando guarda no rol de entrada da escola, viaturas em frente a escola para garantir o direito a Educação dos alunos e o direito ao Trabalho dos professores. Aí vem a grande questão, como chegou a esse ponto? Aí vem os "especialistas em segurança" dizer que faltou prevenção, o policiamento ostensivo preventivo, o que de fato é verdade, mas não por falta de vontade do comando ou dos policiais, mas sim por que a polícia, seja ela militar ou civil, estadual ou federal, vem ano após ano sendo execradas, achincalhadas, pela mídia e pela SOCIEDADE, esquecida, deixada de lado. 
Vemos em manifestações pediram educação, saúde, direitos estes essenciais a qualquer país desenvolvido, mas esquecem como bem já ensinava meu comandante Ten Cel Reis: "Não existe educação sem segurança, não há saúde sem segurança, não há desenvolvimento humano sem haver segurança..." E segurança significa policiais na rua, amparados juridicamente, com segurança jurídica para atuar, com apoio da sociedade que precisa da polícia, mesmo negando isso, pois quando precisa de qualquer coisa, repito qualquer coisa, liga para o 190 e pede auxílio a polícia. 
Temos que abrir os olhos e pedir leis penais que condizem com as realidades que vivemos, lutar não só por mais educação e fim da corrupção, o fim da corrupção vem com leis austeras que punam com rigor os corruptos, temos que lutar por mudanças na constituição, acabar com privilégios e garantias a pessoas que nada mais são que servidores do Estado e são tratados como deuses em nossa carta democrática, fim de benefícios e punições de verdade a quem quer que seja, foro privilegiado, vitaliciedade de cargos, aposentadorias compulsórias, entre outros tantos garantismos que apenas "endeusam" poucos e criam aquela sensação do "não dá nada" devem acabar, progressões de regimes penais, indultos só fazem que a impunidade aumente, a corrupção aumente e a sociedade que odeia a polícia continue escondida dentro de casa, sem ir a Escola, sem ter um posto de saúde aberto em seu bairro, construindo muros enormes, não saindo a noite, se privando do direito de ir e vir, de viver. 
Ao manifestar-se lembre, que nada mudará se não mudarmos leis, constituição, se não existir segurança nada existe e nada existirá. A sociedade precisa da polícia e a polícia precisa da sociedade.

* Policial Militar na Brigada Militar do RS

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU