Seguidores

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

JUDICIÁRIO E MINISTÉRIO PÚBLICO SEM NENHUM RESPEITO COM A SITUAÇÃO DO ESTADO DO RS - Opinião, por Ronie de Oliveira Coimbra*



Ao menos, desta feita tenho convicção de que o Governador irá vetar os projetos de lei, muito embora, algum magistrado, dissociado do interesse público, poderá conceder liminar favorável as demandas da "justiça" e do ministério público.

Os representantes do Judiciário e MP, que propuseram a criação de cargos, gratificações e reajustes do auxílio refeição estão em mundo? Em que Estado? 

O governador explicita para a sociedade a grave questão financeira do Estado, com um rombo de mais de R$ 5 bilhões, decreta contenção de gastos e investimentos na prestação de serviços, anuncia que poderá atrasar salários de servidores, e o Judiciário e o MP não estão nem ai para a situação.

A única explicação que encontro é que se julgam imunes as aflições da sociedade, do Estado e dos demais servidores público.


NÃO PODEMOS ACEITAR ESTA ARROGÂNCIA, ESTA IMPÁFIA.

"POVO QUE NÃO TEM VIRTUDE ACABA POR SER ESCRAVO".

*Major da Brigada Militar do RS


http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/02/judiciario-e-ministerio-publico-propoem-criar-cargos-e-gratificacoes-e-reajustar-auixilo-refeicao-4694306.html

Assista o Vídeo Institucional da Brigada Militar

Acompanhe nas mídias sociais

BM de Sapucaia do Sul auxilia Exército na instrução de preparação para a missão da paz da ONU